segunda-feira, 25 de março de 2013

Mosquito da dengue: um personagem buziano - Figuraça da semana




Esse mosquito conseguiu colocar a cidade entre os primeiros lugares do ranking da epidemia no estado do Rio de Janeiro e já abala a ‘Saúde’ de Búzios. O poder desse insteto é tão grande que fez com que o prefeito André Granado batesse na mesa, e instalasse, no Hospital Municipal mesmo, seu primeiro ‘gabinete de crise’. 

Um gabinete de crise é criado quando uma situação está fugindo ao controle e precisa de uma intervenção para que o quadro não evolua e torne a situação irreversível. A epidemia de dengue, mais a falta de médicos e o eterno problema no atendimento no hospital já rende desgaste para a secretária de Saúde, Luiza Carvalho, que parece não ter encontrado ainda o ‘foco’ do problema que afeta a Saúde no município.


2 comentários:

  1. Descaso, incompetência e a marca dessa gestão na saúde. A dengue está aí maltratando famílias inteiras e enchendo o hospital. por onde anda o fumacê? Os guardas sanitários? O atendimento de primeiro mundo prometido em campanha? A crise não é só na saúde não, mas principalmente na situação moral. O prefeito deu um pedaço da cidade para alguns amigos: João Carrilho e Ralf estão com a limpeza e suas licitações vergonhosas; DJ e Salomão toma conta dos remédios que deveriam curar nossa gente; A educação está por conta da diretoria do PSC do Rio; o planejamento, infraestrutura e meio ambientes se transformaram em armas que o prefeito tem usado para atingir os desafetos ou que têm a ousadia de contraria-lo. Esssa gestão é uma vergonha, basta ver e analisar as licitações que estão fazendo nas barbas dos homens e mulheres que representam a justiça.

    ResponderExcluir
  2. Então quer dizer que, profissionais da saúde mobilizaram-se e, vaiaram e xingaram médicos cubanos na saída de um curso de português? Quer dizer que uma jornalista escreveu que as médicas cubanas tinham cara de emppregadas doméstica? Engraçado, logo o cearense, o nordestino de uma forma geral, tão discriminados em outras regiões do Brasil, principalmente no Sudeste.
    O brasileiro é um povo racista e preconceituoso sim! Muitos dos que promoveram esse ato de racismo, são os que vão com faixas e cartazes protestar nas ruas do Brasil contra a corrupção, contra os políticos!
    O governo toma marretada por disponibilizar 6 mil vagas para médicos estrangeiros. Marretada também do PSDB, que num passado distante, também adotou a idéia. O governo então, abre as inscrições para o preenchimento das vagas por brasileiros. Resultado: nem mil vagas preenchidas! Volta-se e recompletar com médicos estrangeiros, cubanos em sua grande maioria. E são recebidos com vaias.
    Esse é o brasileiro que vai votar para eleger seus representantes! O brasileiro que não discute política, que sempre transfere a responsabildiade de seus problemas para outros. Esse é o brasileiro que só quer direitos, e esquece os deveres, e, quando são punidos, procuram as brechas que a nossa justiça oferece, para se dar bem!
    Querem me enganar com 90 por cento dessas manifestações, me dê bala juquinha!

    Alex da Silva Damaceno.

    ResponderExcluir

Sua participação é essencial. Se discorda de alguma opinião ataque o argumento, não o argumentador. Obrigado.